Onde pode atuar quem é formado em Licenciatura em Letras Português?

Nas listas de licenciaturas que mais conquistam matrículas nas faculdades online, Letras Português EAD certamente aparece entre as primeiras colocadas. Um dos motivos mais comuns é o sonho de poder lecionar a disciplina para turmas de Educação Básica, Ensino Fundamental e Ensino Médio, levando assim educação a centenas, talvez milhares de estudantes.

Porém, engana-se quem pensa que o campo de atuação de quem se forma na Licenciatura em Letras Português fica restrito apenas às salas de aula. Muito pelo contrário! Existem vários outros cargos que esse profissional pode ocupar.

Preparamos então esta postagem especial para falar sobre o mercado de trabalho, mas também aproveitaremos para explicar também um pouco mais sobre como funciona uma Licenciatura em Letras EAD. Então vamos lá…

Como é a faculdade de Licenciatura em Letras Português EAD?

O primeiro curso de Letras oferecido no Brasil tem registro em 1933, oferecido pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Sedes Sapientiae, porém, desde muito antes já existia reivindicação para que essa graduação fosse criada. Ela tinha, inicialmente, a finalidade de preparar trabalhadores intelectuais para exercerem atividades culturais de ordem técnica, como a preparação de candidatos ao magistério do ensino secundário, normal e superior, e realizar pesquisas nos vários domínios da língua-cultura.

Como mencionado de forma rápida no início do texto, o curso de Licenciatura em Letras prepara o aluno para se tornar um futuro professor de Língua Portuguesa, isso no caso de optar pela Licenciatura em Letras/Português. Mas existem ainda outras possibilidades, como por exemplo, Letras/Inglês e Letras/Espanhol, que habilitam o profissional a lecionar em aulas desses idiomas.

Já que aqui nosso foco é especificamente Português, caso o futuro diplomado decida realmente trabalhar em instituições de ensino, ele poderá dar aulas não apenas da disciplina de Língua Portuguesa propriamente dita, como também de Literatura e Redação.

O curso tem duração de 48 meses, divididos em oito semestres, onde durante as 3.200 horas totais o aluno aprenderá uma série de matérias e assuntos de extrema importância para o futuro desempenho da função. Bom, melhor do falar é mostrar, certo? Então abaixo elencamos, semestre por semestre, a grade curricular licenciatura em Letras disposta no decorrer desses quatro anos.

Grade curricular

1º Semestre

  • História da Educação
  • Prática Textual em Língua Portuguesa
  • Formação Docente para a Diversidade
  • Teoria da Literatura I
  • Sociologia da Educação
  • Filosofia da Educação I

2º Semestre

  • Novos Caminhos para Profissionais da Educação
  • Psicologia da Educação
  • Educação Ambiental e Cidadania
  • Teoria da Literatura II
  • Metodologia da Pesquisa e do Trabalho Científico
  • Libras – Língua Brasileira de Sinais

3º Semestre

  • Linguística I
  • Fonética e Fonologia
  • Legislação Educacional
  • Didática e Prática de Ensino
  • Educação e Ludicidade

4º Semestre

  • Currículo e Planejamento da Educação Básica
  • Linguística II
  • Estudos Morfossintáticos
  • Alfabetização e Letramento: Desenvolvimento e Apropriação

5º Semestre

  • Fundamentos da Educação Especial e Inclusiva
  • Fundamentos Teóricos e Práticos de Língua Portuguesa
  • Direitos Humanos e Relações Étnico-Raciais
  • Literatura Brasileira I
  • Transversalidade na Educação

6º Semestre

  • Literatura Infantil
  • Literatura Brasileira II
  • Literatura Portuguesa
  • Literatura Infantojuvenil
  • Avaliação de Aprendizagem
  • Literatura Brasileira III

7º Semestre

  • Fundamentos Teóricos e Práticos do Ensino de Literatura
  • Semântica e Estilística
  • Direitos Educacionais de Crianças e Adolescentes
  • Gestão Educacional
  • Tópicos Especiais

8º Semestre

  • Linguística III
  • Literatura Portuguesa e Luso-Africana: Moderna e Contemporânea
  • Oficina de Produção e Revisão de Textos

Além de ser aprovado nas provas das disciplinas listadas acima, durante a licenciatura em Letras a distancia, será necessário realizar também Atividades Complementares (disponíveis já a partir do 1º semestre) e Práticas Pedagógicas (em todos os semestres), além de passar por Estágio Supervisionado em Anos Finais do Ensino Fundamental (no 5º semestre) e no Ensino Médio e Gestão Escolar (no 7º semestre), e claro, no último semestre, produzir o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Diferença entre Licenciatura e Bacharelado em Letras

Como você pôde perceber, durante toda postagem estamos falando exclusivamente a respeito da Licenciatura, mas é importante destacar que existe também o Bacharelado em Letras. Isso mesmo! E isso costuma causar certa confusão na cabeça dos futuros graduandos. Afinal de contas, qual a diferença entre Bacharelado e Licenciatura em Letras?

Bom, quem conquista um diploma de Licenciatura terá a habilitação para lecionar na Educação Básica e, em alguns casos, em cursos superiores e tecnólogos. Há ainda a possibilidade de atuar em uma multinacional, por exemplo, como professor de Língua Portuguesa com o intuito de ensinar aos funcionários melhores maneiras de se comunicarem.

E quando falamos nas habilitações que a Licenciatura em Letras oferece, como você já pôde ver, a mais comum é em Português, porém, é possível encontrar opções de cursos com formação em Inglês, Espanhol, Francês, Alemão, Japonês, Grego, Hebraico, Latim, Mandarim, entre outras.

Já quem faz a opção por se matricular em um Bacharelado, deve ter a consciência de que não terá permissão para dar aulas, uma vez que no decorrer do curso não receberá a formação pedagógica necessária para tal, e que está presente apenas na modalidade de Licenciatura, em contrapartida, poderá atuar como tradutor, revisor, redator, editor de textos, crítico literário, entre outras funções.

Agora que as principais dúvidas foram respondidas, fica a seu critério escolher matricular-se em Bacharelado ou Licenciatura em Letras, isso é claro, tendo como principal base, o seu perfil e em qual nicho tem interesse em trabalhar.

Mercado de trabalho para formados em Letras Português

Finalmente, e sem mais delongas, vamos falar sobre o que provavelmente te trouxe até aqui, ou seja, descobrir como é o mercado de trabalho para quem se forma em uma Licenciatura em Letras Português a distância. Começando pela escolha mais frequente, que é a de se tornar um professor de Língua Portuguesa. Nesse caso, as oportunidades são muitas, basta levarmos em consideração que trata-se de uma disciplina obrigatória em todas as escolas.

E como já havíamos falado no decorrer do texto, existem ainda outros cargos nos quais licenciados em Letras podem atuar. Um deles é na revisão, onde ficará responsável pela correção de produções acadêmicas, como artigos e até mesmos TCC’s, e até mesmo de campanhas publicitárias de agências, por exemplo, entre outros tipos de textos.

Há também a área de editoração, onde o profissional tem como objetivo verificar se os textos atendem aos requisitos do local nos quais são publicados, ou seja, pegando como exemplo uma revista científica, cabe a ele conferir se os artigos acadêmicos recebidos estão de acordo com o padrão da publicação. E por fim, mas não menos importante, é possível atuar ainda como produtor de textos, também conhecido como redator, em agências de publicidade, editoras, jornais e revistas.

Enfim, as possibilidades são muitas, e uma delas certamente atenderá ao que você procura e certamente o fará ter certeza que teve a melhor escolha ao se matricular na Licenciatura em Letras Português EAD.

Deixe seu Comentário