Quem já tem um diploma de faculdade pode participar do Sisu?

Se você já está formado em um curso superior e quer mudar de carreira ou fazer outro curso que pode complementar os seus conhecimentos e te trazer um crescimento profissional, precisa saber que o SiSU pode te ajudar. 

Então, se você quer saber mais sobre esse programa, veio ao lugar certo, aqui no Blog Estudar para o Enem, você vai encontrar todas as informações que precisa a respeito do SiSU, por exemplo: quem pode participar do sisu, sisu para que serve, o que é o sisu e como funciona, quem se inscreve no sisu pode se inscrever no prouni e principalmente se quem já é graduado pode fazer sisu.

Portanto, para ter acesso a todas essas informações, continue lendo esse texto. 

O que é Sisu? 

Antes de começar, é preciso entender o que significa sisu. A sigla Sisu significa Sistema de Seleção Unificada. Ele nada mais é que umsistema informatizado, criado pelo Ministério da Educação (MEC), usado para que as instituições públicas de ensino superior possam oferecer vagas em seus cursos para candidatos que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (o Enem). 

Em resumo, os candidatos com melhor classificação são selecionados, de acordo com suas notas no exame. 

Tem algum curso EAD pelo Sisu?

Sim! E essa é uma novidade para os candidatos. Desde o segundo semestre de 2020, o Ministério da Educação liberou a oferta de vagas no sisu para cursos superiores na modalidade a distância.

A decisão foi oficializada por meio da portaria nº 493, de 22 de maio de 2020, e passou a valer para a seleção de 2020/2. É preciso destacar que essa decisão foi motivada pela pandemia de covid-19, que fez com que o ensino a distância se tornasse a alternativa mais indicada para os alunos, em tempos de isolamento social.

Portanto, cabe às instituições de ensino participantes fazerem seu cadastro no sistema de Sisu suas vagas para cursos a distância. As inscrições para os cursos EAD no SiSU acontecem da mesma maneira que os cursos presenciais, utilizando as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio. 

Quem pode se inscrever?

Agora que você já sabe o que é o sisu e como funciona, precisa saber quem pode fazer o sisu.

Podem participar e realizar a inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), apenas os estudantes que participaram da última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), e tiveram nota na redação maior que zero e não tenham participado na condição de treineiros.

Mas se a sua dúvida é se quem tem graduação pode participar do sisu, a resposta é sim! Quem já concluiu um curso de graduação pode fazer a prova no Enem e utilizar a nota para ingressar em uma universidade pública através do Sisu. 

Da mesma forma que essa dúvida é muito comum, muitos alunos têm dúvidas em relação aos alunos que possuem bolsa de estudos parcial ou integral do Prouni. Nesse caso, as regras do Programa Universidade para Todos não permitem que o aluno que possui uma bolsa estude ao mesmo tempo em uma universidade pública gratuita. Porém, esse estudante pode se inscrever, mas caso seja comtemplado terá que escolher apenas um dos programas para fazer o curso. 

Incrição do Sisu

Agora que você já sabe quem pode se inscrever no sisu e para que serve o sisu, precisa saber mais sobre a inscrição. Em geral, ela é aberta duas vezes ao ano, uma em janeiro e a outra em junho. E para saber como se inscrever no sisu ou até mesmo fazer a seu cadastro, é só acessar o site do programa, pelo endereço eletrônico www.sisu.mec.gov.br.

Após o cadastro no sistema, o aluno seleciona duas opções de curso (que podem ser de áreas e instituições diferentes). Além disso, a disputa de vagas é feita com a nota de corte do curso naquela instituição, assim os candidatos concorrem apenas com determinado grupo. 

O que é a nota de corte?

Essa é uma das informações mais importantes que você precisa ter para se inscrever ou se preparar para o Enem e posteriormente garantir a sua vaga: o que significa nota de corte no sisu. Como você já viu anteriormente e já deve saber, os alunos são selecionados de acordo com o desempenho obtido no Exame Nacional do Ensino Médio. Então, a nota de corte representa a pontuação mínima que um candidato precisa ter para garantir sua vaga no curso de graduação desejado. 

Vale destacar também que a nota de corte é calculada automaticamente, uma vez por dia. Esse cálculo é feito com base na quantidade de candidatos interessados que concorrem àquela vaga e no número de vagas existentes, naquela modalidade de concorrência específica. Ou seja, o sistema do sisu verifica a nota do Enem de todos os candidatos que concorrem a uma determinada vaga e mostra qual seria a nota mínima para esse aluno conseguir se classificar para uma das vagas disponibilizadas.

Ou seja, quanto maior a nota no Enem, maiores são as suas chances de conquistar uma vaga em uma universidade pública ou Instituto Federal de ensino.

Mas para te ajudar a entender melhor, separamos algumas notas médias dos principais cursos: 

  • Administração: 680 a 800 pontos.
  • Direito: 680 a 850 pontos.
  • Pedagogia: 560 a 740 pontos.
  • Medicina: 770 a 900 pontos.
  • Ciências Contábeis: 600 a 780 pontos.
  • Educação Física: 580 a 775 pontos.
  • Engenharia de Produção: 650 a 815 pontos.
  • Enfermagem: 850 a 620 pontos.
  • Engenharia Civil: 680 a 902 pontos.
  • Engenharia Elétrica: 650 a 810 pontos.
  • Arquitetura e Urbanismo: 690 a 840 pontos.
  • História: 570 a 800 pontos.
  • Jornalismo: 640 a 815 pontos.
  • Farmácia: 660 a 815 pontos.
  • Fisioterapia: 670 a 830 pontos.
  • Gestão de Recursos Humanos: 600 a 720 pontos.
  • Logística: 570 a 750 pontos.
  • Nutrição: 660 a 810 pontos.
  • Odontologia: 715 a 840 pontos.
  • Psicologia: 660 a 850 pontos.

Para finalizar, é importante destacar que mesmo que você já seja formado, pode sim participar da próxima edição do Sisu, desde que tenha feito a prova do Enem.

Por fim, agora que você já tem as informações sobre sisu quem pode participar, inscrição do sisu pode começar a se preparar para conquistar uma das vagas. Fique atento sempre ao site do programa para conferir o cronograma de abertura de novas inscrições e sempre que tiver alguma dúvida, pode consultar o Blog Estudar para o Enem. 

Deixe seu Comentário